Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cooperativas de pescadores recebem financiamento

Cerca de 15 cooperativas constituídas por mulheres ligadas à actividade secundária da pesca, ou seja, o processamento, compra e venda de peixe nos distritos de Moma e Angoche vão beneficiar, no presente mês de Maio, de um financiamento estimado em mais de l.200.000 meticais da Associação Nacional de Extensão Rural em Nampula (AENA), como forma de impulsionar o empreendedorismo feminino no âmbito dos desafios de combate à pobreza.

As 15 cooperativas envolvem pouco mais de 120 mulheres de diferentes idades. O financiamento é resultado da resposta dada por um outro grupo de cinco associações femininas que tinham sido financiadas na primeira fase, tendo mostrado capacidade de gestão e desenvolvimento de projectos de processamento e venda de peixe adquirido aos pescadores artesanais daqueles dois distritos costeiros da província de Nampula.

Cada cooperativa espera receber entre 50 mil e 80 mil meticais para a implementação das suas actividades que visam criar espaço, quebrar tabus e ter a mulher daqueles distritos na rota dos desafios do Milénio, que passam por colocar aquela camada social noutros patamares e apoiar a família financeiramente.

António Mutoua, director executivo da Associação Nacional de Extensão Rural em Nampula disse que os resultados são encorajadores, uma vez que a primeira experiência foi satisfatória. Refira-se que as primeiras associações (num total de cinco) teriam sido financiadas em Setembro do ano passado com um total de 800 mil meticais para a implementação de actividades secundárias de pesca e seis meses depois reembolsaram o valor.

“Presentemente, temos associações de mulheres financiadas pela AENA no ano passado a movimentarem entre 100 mil e 150 mil meticais. Isso é um resultado satisfatório para nós, razão pela qual pretendemos financiar mais mulheres naqueles distritos para mudar a sua vida e condição financeira”, disse Mutoua.

Mutoua disse ainda que, devido a este empenho e capacidade de gestão e de desenvolvimento das suas iniciativas, as mulheres naqueles dois distritos têm vindo a colocar novos desafios à AENA, daí que urge financiar rapidamente as 15 cooperativas para impulsionar o empreendedorismo feminino.

O director executivo da AENA afirmou ainda que a sua associação e alguns parceiros de cooperação estão a potenciar as mulheres de forma que estas possam comprar, processar e vender o pescado sem constrangimentos.

António Mutoua referiu que a AENA está a trabalhar para que as mulheres, além de venderem o pescado, também se dediquem a outras actividades tais como o fabrico e venda de blocos. “As mulheres que financiámos no ano passado já realizam outras actividades como a construção de blocos, a agricultura, a criação de frangos, entre outras”, garantiu.

O outro desafio da Associação Nacional de Extensão Rural, além de financiar, é procurar melhores mercados para que elas (as mulheres) possam vender os seus produtos. Além disso, existe uma preocupação na legalização das cooperativas e a necessidade de criação ou instalação de uma instituição bancária comercial a funcionar no distrito de Moma de modo a evitar que as mulheres, os pescadores e os comerciantes circulem com dinheiro nas sacolas.

Mutoua revelou ainda que neste momento a sua agremiação está com dificuldades para legalizar as cooperativas devido ao excesso de burocracia nos Registos e Notariado.

Plano estratégico

Entretanto, António Mutoua afirmou que a agremiação que dirige está neste momento a realizar algumas actividades rumo à implementação do seu plano estratégico para os próximos cinco anos, nomeadamente a promoção e a segurança alimentar e nutricional; a gestão e a governação sustentável dos recursos minerais; género e equidade e, por último, o desenvolvimento institucional da AENA.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!