Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Confrontos entre MDM e Renamo

Dois quadros séniores da Renamo em Nampula encontram- se detidos, desde ontem, indiciados de terem perpetrado, no último fim de semana, desacatos contra o Movimento para Democracia de Moçambique (MDM) no populoso bairro de Namicopo, que resultaram em mais de vinte feridos, entre ligeiros e graves.

Trata-se de Vasco Novela Charamadane, antigo deputado da Assembleia da República pela bancada da Perdiz, e Rodrigues Murapeque, chefe dos antigos guerrilheiros daquela formação política ao nível da província de Nampula. Dados colhidos pelo Wamphula Fax referem que a operação levada a cabo ainda prossegue, tendo em vista neutralizar outros implicados como forma de assegurar a ordem e tranquilidade pública, sobretudo neste processo de recenseamento.

Os dois quadros da Renamo foram transferidos, na manhã de ontem, da 3ª Esquadra da Polícia da República de Moçambique para a 1ª Esquadra, considerada a mais segura. A PRM garante que caso se prove o seu envolvimento, os detidos serão encaminhados às instâncias judiciais afim de responderem pelos seus actos. A PRM será implacável contra todo o tipo de manifestações tendentes a perigar a ordem e tranquilidade públicas na província de Nampula e na cidade, em particular. Disse a fonte da PRM.

Os incidentes despoletaram quando um suposto membro da Renamo tentou, sem sucesso, retirar a bandeira do MDM o mastro da delegação deste partido emergente, momentos depois da sua oficialização naquele que é considerado bastião da Renamo. Augusto Bolacha, delegado do MDM ao nível da cidade de Nampula, abordado pelo nosso jornal, disse que a ocorrência registou-se no decurso da oficialização da delegação daquela formação política no bairro de Namicopo, cujas cerimónias tiveram, consequentemente, que ser interrompidas.

Bolacha referiu que, em resultado dos confrontos, mais de dez indivíduos, entre membros e simpatizantes do MDM, tiveram que ser evacuados com urgência para o Hospital Central de Nampula para tratamentos devido aos graves ferimentos contraídos na ocasião. Por seu turno, Binoca Luz, delegado politico da RENAMO ao nível da cidade de Nampula, negou que os desacatos tenham sido originados por provocações promovidas por elementos do seu partido, mas por atitudes antidemocráticas perpetradas pelo MDM.

Regressávamos duma missão relacionada com a recepção do nosso líder que havia marcado uma reunião popular em Namicopo, e quando a comissão política apercebeu-se da cerimónia do MDM, decidiu adiar o encontro para uma outra data por confirmar. Explicou Binoca, observando, contudo, que devido à agressividade das provocações, viramse forçados a responder.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!