Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Concedidas 800 licenças para pesquisa de minerais

O governo moçambicano já concedeu, até ao momento, mais de 800 licenças de prospecção e pesquisa de minerais, anunciou ,sexta-feira, o vice-ministro dos Recursos Minerais, Abdul Razak.

Citado na edição de Sábado do jornal “Noticias”, Razak diz esperar que a maioria das empresas avance o mais rápido possível para a fase de exploração, facto que traria benefícios ao país na forma de criação de postos de emprego e arrecadação de receitas fiscais.

Ainda sobre os benefícios decorrentes da prospecção, Razak referiu que as empresas que estão a prospectar hidrocarbonetos na bacia do Rovuma, no norte de Moçambique, estão a canalizar para o Estado cerca de um milhão de dólares por ano, valor que é aplicado na implementação de projectos sociais.

O governante falava na cidade de Nampula, norte do país, durante o lançamento do primeiro relatório da Iniciativa de Transparência na Indústria Extractiva (ITIE), um movimento ao qual Moçambique acaba de aderir.

“Em Mocímboa da Praia, por exemplo, já se registam algumas melhorias resultantes da actividade de prospecção e pesquisa de petróleo, nomeadamente nas áreas de estradas, abastecimento de água, bem como na comunicação, com o funcionamento de uma repetidora da Rádio Moçambique” referiu.

Falando sobre a importância do relatório, Abdul Razak disse que entre os benefícios da adesão de Moçambique à ITIE destacam-se o facto de o país passar a ter maior responsabilidade na gestão dos recursos e melhoria do clima de investimentos.

Para além da apresentação do relatório, o encontro de Nampula permitiu aos participantes ter a noção dos avanços alcançados noutros países e explicar aos mesmos como um bom sistema de gestão de recursos naturais pode tornar o processo mais inclusivo para as comunidades.

Por seu turno, o Governador de Nampula, Felismino Tocoli, sublinhou a importância de uma exploração responsável dos recursos minerais por se tratar de algo esgotável.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!