Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Comércio informal de milho moçambicano para Malawi em queda

A comercialização informal do milho produzido em Moçambique no Malawi tem vindo a decrescer significativamente nos últimos anos (de 71 218 ton., entre 2005/2006, para 60 399, na época 2009/ 2010), presumivelmente, devido aos baixos preços impostos pelos compradores malawianos aos agricultores moçambicanos.

De acordo com dados recolhidos e analisados pelo Ministério da Agricultura (MINAG), a imposição de preços desfavoráveis aos produtores concorre decisivamente para “desencorajar o comércio informal na fronteira entre os dois países”.

Estes dados estão contidos num documento daquele pelouro governamental intitulado Comércio Transfronteiriço de Milho na Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), a que o Correio da manhã teve acesso.

Contudo, o MINAG reconhece que o comércio informal transfronteiriço de bens alimentares entre aqueles dois países desempenha um papel “crucial” para minimizar o impacto da insegurança alimentar que abala a região Austral de África.

O milho, refira-se, é o cereal mais vendido informalmente na África Austral, seguido de arroz e feijão, de acordo igualmente com aquele estudo, elaborado com apoio do Programa Mundial para Alimentação (PMA) e Famine Early Warning Sistems (Fews Net), organismo norteamericano de apoio a programas de combate à insegurança alimentar nos países em vias de desenvolvimento.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!