Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Comércio de obras de arte ameaçada pela tensão política no país

A tensão político-militar que se vive no país que resulta na morte de inocentes, bloqueio de vias de acesso e a consequente evasão de turistas são alguns factores que concorrem para o baixo rendimento nas vendas de objectos artístico-culturais no país. Quem assim afirma é o escultor moçambicano Felisberto Mabumbo.

Há oito anos a esculpir e vender obras de arte, Mabumbo ressente-se da baixa procura dos seus artigos. Ele entende que o estágio actual de Moçambique dificulta a produção e a circulação de bens artístico-culturais.

“Por exemplo, nós vendemos mais a arte Makonde, mas como não há sossego na Estrada Nacional Número Um, principalmente na zona centro do país, de lá nada vem e para lá nada vai”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!