Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Começou construção da subestação de energia em Namialo

Começou construção da subestação de energia em Namialo

Foto de Adérito CaldeiraEstá em construção nos arredores de Namialo, no distrito de Meconta, na província de Nampula, uma subestação de energia eléctrica, com financiamento e trabalho de empresas do Japão, que deverá beneficiar mais de 66 mil moçambicanos que habitam a região e ainda estabilizar o precário abastecimento de electricidade às cidade de Nampula e de Nacala.

Os 2,012 biliões de ienes doados pelo governo nipónico, através da Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA), já estão a ser usados na construção de uma nova subestação eléctrica em Namialo que deverá contribuir para a electrificação dos postos administrativos de 25 de Setembro e Muxalepue, aumentar a disponibilidade de energia naquela região dos actuais 16 para 56 megavolt/amperes e crescer o acesso a energia na província nortenha do nosso País, onde apenas 20% dos cerca de cinco milhões de habitantes têm acesso.

Foto de Adérito CaldeiraTodavia esta infra-estrutura deverá principalmente estabilizar o abastecimento de energia eléctrica aos municípios de Nampula e de Nacala que todos os dias enfrentam o drama de gestão do permanente défice de electricidade.

O @Verdade visitou as obras, que ainda estão em fase de abertura de acessos, que estão a ser executada por três empresas do Japão e só deverão estar concluídas no início de 2018.

Esta subestação é um dos 47 projectos considerados de alta prioridade a curto e médio prazo e insere-se no Projecto das Estratégias de Desenvolvimento Económico do Corredor(PEDEC) de Nacala, aprovado há cerca de duas semanas pelo Governo moçambicano.

Mas são vários os apoios que deverão ser realizados pelo Governo do Japão, dentre os 92 projectos que estão previstos serem implementados até 2035, no âmbito do PEDEC Nacala. Aliás o País asiático custeou a elaboração do documento e consultores nipónicos estiveram envolvidos na sua elaboração.

A cooperação entre o nosso País e o Japão remontam a 1977.

Este artigo foi escrito no âmbito de uma viagem organizada pela Embaixada do Japão
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!