Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Combatentes realizam casamentos em grupo

Os combatentes da luta de Libertação Nacional residentes no Centro de Rapale, no distrito de Nampula, que vivem maritalmente, terão a sua situação matrimonial oficializada, no âmbito de um programa do governo da referida região concernente ao patrocínio de casamentos em grupo para aquele grupo social.

Delineado ano passado, o programa de patrocínio de casamentos em grupo dos combatentes da luta de libertação será materializado dentro do trimestre em curso, altura em que esperamos ter mais combatentes interessados neste processo – revelou Armindo Gove, administrador de Rapale.

Até ao momento, apenas quatro casais se mostraram disponíveis, mas nós gostaríamos de ter um número mais elevado, uma vez que já estamos a persuadir as pessoas para o efeito, sabido que o casamento é um acto voluntário – explicou o nosso interlocutor.

A decisão do executivo de Nampula de patrocinar a realização de casamentos em grupo para os combatentes da luta de libertação, resulta da constatação de que muitos deles se confrontam com dificuldades relacionadas com a tramitação de processos referentes às suas reformas pelo facto de não disporem da certidão de casamento.

Segundo dados disponíveis, vivem actualmente no centro de produção agrícola de Rapale, pouco mais de setecentos combatentes da luta de libertação e desmobilizados.

De referir, por outro lado, que alguns desmobilizados de guerra residentes na cidade de Nampula congratularam-se com a aprovação do novo estatuto de combatente por, alegadamente, repor a “justiça” que tanto perseguiam.

Chegou uma certa altura em que começamos a pensar que, afinal, nós os desmobilizados, não tínhamos feito nada para este país, se não os antigos combatentes apenas. É uma lei que vem repor a justiça – disse-nos António Evaristo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!