Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Com a “KFW”: BCI assegura um dos maiores co-financiamentos

O Banco Comercial e de Investimentos (BCI) conseguiu, recentemente, um dos maiores cofinanciamentos dados em 2009 pelo Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW) a uma instituição bancária em Moçambique.

O valor total de co-financiamento, segundo um comunicado daquela instituição bancária ficou fixado em quase 3,7 milhões de Meticais (um dólar vale cerca de 26,55 Meticais) e insere-se na estratégia de cooperação entre Moçambique e Alemanha. A assinatura do contrato teve lugar, Domingo ultimo, no Cartório do Banco de Moçambique, em Maputo.

“Este contrato permitirá suportar a estratégia da expansão da Rede Comercial do BCI para zonas predominantemente rurais, designadamente para os distritos onde a presença bancária é inexistente ou manifestamente insuficiente, o que constitui um contribuído efectivo para o desenvolvimento socio-económico daquelas regiões e para o fomento da bancarização da poupança e da economia moçambicanas”, refere o comunicado.

O co-financiamento permitirá também “aproximar mais depressa o BCI a todos os moçambicanos ainda sem acesso à banca e à produtos financeiros adequados as suas necessidades, assim como na aquisição de novas caixas automáticas (ATM) especificamente para as zonas rurais”.

A estrutura accionista do BCI é composta pela Caixa Geral de Depósitos (CGD), com 51 por cento, o Banco Português de Investimento (BPI), com 30 por cento, e o grupo moçambicano de investimentos Insitec (18 por cento). O restante capital pertence a pequenos accionistas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!