Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

COI suspeita amostras de sangue de 23 atletas de Jogos Olímpicos de Londres 2012

O Comité Olímpico Internacional (COI) considerou neste fim de semana “anormais” os resultados das análises das amostras sanguíneas de 23 atletas participantes em cinco disciplinas e os de seis Comités Olímpicos Nacionais nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012.

O COI anunciou num comunicado divulgado no seu site web que, no total, 265 amostras de dopagem escolhidas durante as olimpíadas de Londres de 2012 foram reexaminadas na sequência de informações recolhidas a partir de Agosto de 2015.

“O programa de reexame está em curso e outros resultados são esperados nas próximas semanas”, acrescentou a nota. Recorde-se que o COI anunciou, a 17 de Maio corrente, que 31 atletas poderão ser proibidos de participar nos Jogos Olímpicos de Rio de 2016 depois dos exames das 454 amostras recolhidas durante os Jogos Olímpicos de Beijing de 2008.

Indicou ainda que, por enquanto, uma amostra recolhida em Beijing de 2008 apresenta parâmetros anormais e que o COI e a Federação Internacional de Atletismo vão acompanhar este caso.

“Estes reexames mostram mais uma vez a nossa determinação a lutar contra a dopagem. Pretendemos excluir partidários da dopagem dos Jogos Olímpicos de Rio de Janeiro. É a razão pela qual actuamos rapidamente neste momento. Já nomeei uma comissão disciplinar que terá plenos poderes de tomar todas as medidas em nome do COI”, declarou o presidente da instituição, Thomas Bach.

O COI indica que os reexames das amostras recolhidas em Beijing 2008 e em Londres 2012 foram tratadas em conformidade com os recentes métodos de análise científica. “Estes métodos enquadram-se nos esforços do COI para livrar o atletismo dos batoteiros excluindo-os dos Jogos de Rio de Janeiro de 2016 para preservar a integridade da competição. Os reexames seguem-se ao trabalho efectuado pela agência mundial antidopagem e pelas federações internacionais que já iniciaram em Agosto de 2015. Estão a ser passados à pente fino principalmente atletas que eventualmente participarão nos Jogos Olímpicos de Rio 2016”, indica o comunicado.

Segundo a nota, os atletas e os Comités Olímpicos Nacionais em causa já estão informados devendo depois iniciar perseguições contra os mesmos. “Qualquer atleta acusado de ter violado as leis antidopagem será excluído dos Jogos Olímpicos de Rio de 2016”, avisou o COI no seu texto.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!