Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Co-piloto foi tratado durante anos por tendências suicidas, segundo promotoria

A Promotoria de Düsseldorf (Alemanha) informou nesta segunda-feira que o co-piloto do avião da companhia aérea alemã Germanwings que caiu na semana passada nos Alpes franceses foi submetido há anos, antes de obter a sua licença de piloto, a um tratamento psicoterápico por “tendências suicidas” por um longo período de tempo.

“Posteriormente houve mais atendimentos médicos com prescrição de baixa, sem que neles se constatassem tendências suicidas ou agressivas”, afirmou a promotoria num comunicado.

A nota disse ainda que segundo os documentos e material recolhido nos imóveis de Andreas Lubitz o co-piloto não sofria de “nenhuma doença física”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!