Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

CMH e Sasol com remotas possibilidades de produzir petróleo no país

São ainda “remotas” as possibilidades de produção de petróleo no Centro e Sul de Moçambique, segundo o Presidente do Conselho de Administração (PCA) da Companhia Moçambicana de Hidrocarbonetos (CMH), Nelson Ocuana, e Ebbie Haan, director-geral da companhia sul-africana Sasol.

“As quantidades encontradas no furo são modestas”, explicou Haan, secundado por Ocuana, garantindo a seguir que a certeza, por enquanto, é de que Moçambique tem muito gás que precisa de ser explorado para exportação e consumo industrial interno.

Haan indicou, entretanto, que no futuro poder-se-à encontrar petróleo em quantidades comerciais, pois “estamos a investigar o potencial de crescimento da nossa actual licença de produção na área do Acordo de Produção de Petróleo”, tendo a empresa já concluído o trabalho sísmico na área da licença onshore.

Central energética

Entretanto, ao longo do segundo semestre de 2014, o consórcio Sasol New Energy e a empresa pública Electricidade de Moçambique (EDM) vai proceder à inauguração da primeira central energética de gás em grande escala a longo prazo, em Moçambique, num investimento de 246 milhões de dólares, para produção de 140 megawatts de motor a gás.

A ENH assegurou já a compra de seis milhões de gigajous para a cidade de Maputo, havendo garantias de a indústria moçambicana ser um dos sectores a se beneficiar do gás para gerar energia.

A Sasol está também a investir cerca de dois biliões de dólares para atender a crescente demanda do mercado em gás e na implementação do Plano-director de Gás de Moçambique, avaliado em cerca de 10 biliões de dólares.

O investimento visa produzir gás liquefeito, fertilizantes e metanol em várias regiões de Moçambique, com destaque para Palma, em Cabo Delgado, e Beira, em Sofala, onde serão montadas infra-estruturas de gás para produção do gás liquefeito, fertilizantes e energia para fábricas e gasoduto para as pequenas e médias empresas.

Ocuana e Haan falavam esta quinta-feira em Maputo num encontro com a imprensa onde cada empresa apresentou as suas actividades na produção e comercialização do gás em Moçambique e na África do Sul.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!