Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Circula-se mal em algumas estradas em Nampula e Governo sem capacidade para impedir isolamento de cinco distritos devido à chuva

As autoridades que lidam com as previsões meteorológicas já advertiram que, à semelhança dos anos anteriores, neste ano vai, também, chover em catadupa, o que ameaça cortar a comunicação e/ou ligação dos distritos de Moma, Angoche, Liupo, Mogincual e Mossuril ao resto da província de Nampula, em virtude de as estradas se encontrarem em mau estado por causa da última precipitação.

Para impedir tal situação que igualmente ameaça deixar milhares de pessoas isoladas nas suas comunidades, o que tem sido frequente em cada época chuvosa que em Moçambique vai de Outubro a Março, Victor Borges, governador de Nampula, disse dos cerca de 700 milhões de meticais necessários para reabilitar as vias de acesso em questão, destruídas pelas últimas enxurradas, foram disponibilizados apenas 70 milhões de meticais.

O governante, que falava numa reunião da Comissão Provincial de Estradas, recomendou aos governos distritais para que encontrem mecanismos que ajudem a contornar a carência de fundos e a acelerar o melhoramento das estradas em causa.

Refira-se que alguns administradores, por exemplo os de Moma, Mossuril, Malema e Liupo, já começam a reportar casos de cortes em certos troços por causa das chuvas que têm caído. O transporte de pessoas e bens, incluindo de doentes, é efectuado por via marítima de Mazua para a vila de Memba, devido às precárias condições das estradas que ligam a vila aos povoados do Baixo Pinda e Mazua.

Na estrada que separa o distrito de Mogovolas do de Moma, a circulação é feita com muitas dificuldades, uma vez que não foi concluída a colocação de algumas pontes arrastadas pela fúria das águas das chuvas passadas.

O mesmo cenário nota-se, com muita preocupação, nas estradas Liupo/Angoche, Lalaua /Meti, Ivate/ Larde, entre outras.

Entretanto, o sector das Obras Publicas, Habitação e Recursos Hídricos diz que muito trabalho foi feito, não obstante as dificuldades financeiras. De Janeiro a Outubro findo, foram melhorados cerca de 2.422,36 quilómetros de estradas, o correspondente a 77 por cento do total da extensão.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!