Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cinco soldados das moçambicanos detidos em Massingir

Cinco militares das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM), afectos ao regimento das Tropas de Guarda-Fronteiras no distrito de Massingir, província de Gaza, encontram-se detidos desde meados deste mês de Dezembro de 2011, na vila-sede distrital, indiciados no crime de comparticipação na caça furtiva de rinocerontes no Kruger National Park (KNP), da África do Sul.

A sua detenção ocorreu logo após um outro militar moçambicano de nome Bento Zeca Pequenino ter sido alvejado mortalmente a tiro por fiscais daquela estância turística quando, surpreendido juntamente com um camarada de armas de nome Silva Ngovene, tentava caçar rinocerontes à calada da noite.

Ministério da Defesa Nacional confirma

A confrontação com fiscais culminou com a morte do militar e ferimento do outro, para além da recuperação, pelos mesmos fiscais do Kruger National Park, de armas de assalto de modelo AK-47, concebidas para acções militares, mas que estavam a ser usadas na caça furtiva de rinocerontes.

Entretanto, o adido de Imprensa do Ministério da Defesa Nacional, Benjamim Marcos Chabualo, confirmou a morte de Pequenino e ferimentos graves em Ngovene por baleamento por fiscais do Kruger National Park da África do Sul.

Ele acrescentou que o militar finado já foi sepultado em Massingir, enquanto o soldado ferido continua em tratamento na África do Sul.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!