Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidade sede: Rustemburg

Situada a duas horas de carro de Joannesburgo a cidade de Rustemburg tem menos de 400 mil habitantes e o seu maior orgulho é ser o principal explorador de platina do mundo.

Tribo bafokeng, cujo nome significa “povo do orvalho”, é originária dessa área e descendente do povo bakwena. Uma forte influência voortrekker marca o local, que foi uma das primeiras cidades importantes na história desses pioneiros holandeses. Em 1851, a cidade recebeu o nome de Rustemburg, que significa “local de descanso”.

Os turistas mais ansiosos terão uma sensação inicial de que esta terra não tem grandes atracções, mas não se deixe enganar. Há muito mais nessa cidade do que aquilo que se percebe à primeira vista. 

O majestoso resort Sun City, situada a 15 minutos do centro da cidade, dentro da selvagem savana bushveld, no coração de um antigo vulcão, é singular no mundo. Este lugar fantástico repousa numa área austera e acidentada do noroeste da África do Sul e é cercado por uma majestosa paisagem africana repleta de montanhas. Internacionalmente reconhecido como o principal resort africano, e cenário de alguns filmes de Hollywood, ele oferece inúmeras opções de entretenimento e relaxamento, assim como atracções e actividades suficientes para manter todos ocupados.

Durante o Mundial o complexo será alojamento de várias selecções que jogarem no Royal Bafokeng. O complexo inclui o resort The Palace of the Lost City, passeios de balão, o parque aquático The Valley of Waves e uma floresta de 25 hectares. Os visitantes que pernoitarem num dos hotéis do Sun City Resort têm acesso gratuito ao Valley of the Waves (Vale das Ondas), o mais moderno parque aquático da África do Sul. Uma enorme lagoa domina o cenário com uma máquina capaz de produzir ondas de 1,8 metro a cada 90 segundos, mas se você procura mais emoção pode-se aventurar nos cinco electrizantes toboáguas (escorregador aquático).

Devidamente baptizado, o “Temple of Courage” (Templo da Coragem) permite que os banhistas se lancem de uma vertiginosa altura de 17 metros, passando por baixo de uma ponte antes de caírem numa pequena piscina ao final da descida. Os visitantes mais pacatos, porém, podem relaxar dando uma volta no “Lazy River” (Rio Preguiçoso).

A 40 minutos de Rustemburg, a represa de Hartebeespoort é o destino de muitas pessoas que encontram no seu estilo de vida tranquilo um excelente lugar para relaxar logo nas primeiras horas do dia. Na hora do almoço, sugerimos que vá conhecer algum dos famosos restaurantes da cidade, como o News Cafe ou o The Fish Inn, e depois caminhar até o Paul Kruger Museum para passar a tarde aprendendo um pouco sobre a história da região (Rustemburg é a terceira cidade mais antiga do noroeste da África do Sul).

O Parque Nacional de Pilanesburgo, que compreende cerca de 55 mil hectares, é o quarto maior da África Meridional. Em toda a África do Sul não há um parque nacional com uma história parecida com a desse lugar, onde a paisagem irregular, os vales bem regados e os atraentes locais para moradia formaram o cenário perfeito para assentamentos humanos por milhares de anos.

Antes de ser proclamado reserva natural em 1979, o complexo foi degradado e populações inteiras de animais selvagens nativos foram dizimadas pela exploração excessiva de agricultores. Com a chegada da noite, e para além do casino de Sun City, encontra diversão no verdadeiro estilo africano, onde pode experimentar a autêntica cozinha africana e, não menos importante, aproveitar a maravilhosa companhia dos locais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!