Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidade sede: Polokwane

Frequentemente descrita como um lugar vibrante, colorido e animado, Polokwane é uma cidade cercada por montanhas cinematográficas, com pessoas fascinantes e uma diversidade cultural única. Esta urbe é o centro económico e cultural da província de Limpopo e faz fronteira com Botswana, Zimbabwe e Moçambique. Além disso, é a terra do embondeiro, a maior árvore da África e símbolo do país. Polokwane, que significa “lugar seguro” no idioma suto, já foi conhecida como Pietersburg.

Nessa região mergulhada em mitologia, ainda é possível ouvir os ecos das terras ancestrais, testemunhas da história do povo mapungubwe, que prosperou na Idade do Ferro, e de Modjadji, a Rainha da Chuva.

O museu, a céu aberto, Bakone Malapa é uma boa introdução ao quotidiano da sofisticada tribo Bakone, da etnia soto. Ao longo dos anos, Polokwane viu passar nómadas da Idade da Pedra, comunidades da Idade do Ferro e migrantes europeus. O povo mapungubwe, por sua vez, resolveu estabelecer-se na região há 2 mil anos.

Considerado património mundial, o sítio histórico localizado no encontro dos rios Limpopo e Sashe, entre as fronteiras do Zimbabwe, Botswana e África do Sul, documenta a civilização que viveu na área entre 1.000 e 1.300 d.C. Capital da província do Limpopo, a economia local desenvolveu-se após a descoberta de ouro em Eersteling e, em 1886, a antiga cidade de Pietersburg foi batizada em homenagem ao general Petrus Jacobus Joubert, líder dos voortrekkers, os primeiros colonos holandeses da África do Sul.

Uma das maiores atrações turísticas da região é o grupo de cavernas de Makapan, localizado na cidade de Mokopane, província de Limpopo. Lá é possível observar os indícios dos antepassados pré-históricos da espécie humana, que foram fundamentais para ampliar a compreensão da ciência sobre a nossa evolução. A caverna das Lareiras é um dos dois sítios arqueológicos da Idade da Pedra existentes no mundo, com uma série de artefactos intactos dos períodos Paleolítico e Neolítico.

O centro de entretenimento fica a apenas cinco quilómetros de Polokwane. Além do sofisticado casino, que conta com máquinas de última geração, o local tem uma sala de cinema e recebe vários tipos de eventos, entre os quais desfiles de moda, conferências e lançamentos de produtos. Quando estiver em Polokwane tem de visitar uma taberna tipicamente sul-africana, sendo a melhor delas, com certeza, a Jembe Tavern.

Depois de viajar ou trabalhar o dia todo, é bom ter um lugar para relaxar e espairecer e é exatamente isso que o estabelecimento oferece. Frequentado por gente de todas as idades, o local tem shows com bandas conhecidas, noites de karaokê e apresentações de comediantes sendo ideal para quem gosta de se familiarizar num ambiente divertido e com muita música. Junte-se aos moradores da cidade e viva a noite! Estando no Lago Fundudzi é fácil entender porque os moradores das redondezas se orgulham tanto da paz e da tranquilidade atribuída à região.

O lugar está envolto pela magia e pelas lendas da mitologia da etnia venda, que habita a região. As condições climáticas variam conforme a estação do ano, mas sempre vale a pena visitar a localidade, especialmente sob o ponto de vista cultural. Depois do passeio, siga viagem até o alto da serra de Soutpansberg, onde fica a bela vegetação nativa de Thathe Vondo. Na floresta, considerada sagrada para os vendas, é possível encontrar várias espécies de pássaros silvestres.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!