Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidade sede: Cabo

A “Cidade Mãe”, como é conhecida na África do Sul, possui uma grande gama de actividades contrastantes, desde a tranquilidade das famosas praias do Atlântico até a agitação das cores vibrantes de Bo-Kaap. Hout Bay é um óptimo local para pescar, especialmente atum e lagostim, e a histórica base naval de Simon’s Town possui um passado fascinante.

Os primeiros habitantes da Cidade do Cabo ter-se-iam estabelecido na área por volta do ano 100.000 a.C., quando grupos de caçadores perambulavam pela Península do Cabo. Com a chegada dos navegantes europeus, em 1652, o local tornou-se um abrigo para marinheiros que viajavam pela costa da África na rota das especiarias para a Índia.

A cidade também teve um papel importante na história contemporânea da África do Sul. Um dos pontos mais característicos da Cidade do Cabo é a Ilha de Robben, local que começou a receber presos políticos em 1898. O local ficou famoso pelo cárcere dos homens acusados no Julgamento de Rivonia, como Nelson Mandela, Oliver Tambo, Walter Sisulu e muitos outros. A Cidade do Cabo é a capital legislativa da África do Sul desde 1910. Os Palácios Parlamentares, ainda em uso hoje em dia, foram construídos em 1885.

Por onde começar quando se tem uma infinidade de opções?

Uma boa sugestão é começar caminhando pela Century City e pelo Canal Walk Shopping para fazer compras. O V&A Waterfront, localizado na orla marítima, a poucos quilómetros do Estádio Green Point, atrai pela grande quantidade de lojas, restaurantes, casas nocturnas, pontos turísticos e museus que ocupam a área do antigo porto da metrópole. O passeio de barco até Robben Island, que fica a sete quilómetros da costa, é obrigatório para quem quer saber mais sobre a história da África do Sul. Além disso, o lugar é um símbolo de esperança, triunfo e liberdade para muitos dos habitantes do país.

Apesar de a ilha ter sido descoberta há vários séculos, ela só se tornou conhecida no mundo quando passou a servir de prisão para muitos dos activistas que lutaram contra o apartheid. A história não oficial diz que o primeiro prisioneiro da ilha foi Makanda Nxele, um importante líder negro do século XIX que teria morrido afogado nas águas de Table Bay ao tentar escapar da ilha a nado. Se o tempo permitir, suba ao topo da Table Mountain: o monte é um dos poucos lugares de onde se pode ter uma vista privilegiada da natureza que faz a fama da Cidade do Cabo.

O que mais atrai os turistas é a viagem de teleférico até o cume. Uma vez lá em cima, além de observar apaisagem, você também pode fazer caminhadas curtas por trilhas sinalizadas, como a Dassie Walk, a Klipspringer Walk e a Agama Walk, a única das três que oferece uma vista de 360 graus da metrópole e da Península do Cabo e, por isso, a mais disputada. Se preferir, também pode tirar o dia para subir o monte a pé. À noite, passe pela Long Street para saborear a incrível quantidade de restaurantes e desfrutar da vida nocturna. O Bang Bang Club, na Loop Street, é um dos lugares ideais para terminar a noite em grande estilo. Uma boa opção é também passear pelos subúrbios da Cidade do Cabo.

A primeira paragem pode ser o bairro de Langa, onde pode provar um autêntico café da manhã sul-africano em restaurantes como Radebe, Tiger’s Place e Lalapha, entre outros. Deve ainda visitar Gugulethu, centro da resistência contra a política racista do antigo regime da África do Sul. O bairro, cujo nome significa “nosso orgulho”, fica a apenas 17 quilómetros da Cidade do Cabo. Na hora do almoço, não deixe de comer no Mzoli’s, a popular casa de braai (carne assada) local. O Cape Point, 65 quilómetros a sul da cidade, é um local excelente para fazer um piquenique, passear de bicicleta ou caminhar pelas praias e trilhas. Se quiser almoçar por ali, a dica é o sofisticado restaurante Two Oceans, que tem uma varanda com vista para as ondas de False Bay. Outra opção é usar o funicular que leva ao mirante.

De lá, é possível apreciar uma vista espectacular do Oceano Atlântico e da paisagem, além de avistar o farol mais potente da África do Sul, que guia os navios pela perigosa passagem ao redor do cabo, onde morreram muitos navegantes nos séculos passados. Na província de Cabo Ocidental estão algumas das melhores vinícolas da África do Sul. Por isso, uma viagem à Cidade do Cabo estará incompleta se você não provar os bons vinhos locais e explorar as paisagens da região.

Os vinhedos de Constantia, localizados nas colinas ao pé da Table Mountain, oferecem-lhe a oportunidade de conhecer algumas das mais antigas produtoras da bebida na província, além de bons restaurantes. De regresso à cidade, vale a pena parar nas famosas Cape Flats, onde nasceram os ídolos do futebol sul-africano Benni McCarthy e Quinton Fortune. Ao anoitecer, é hora de retornar à cidade, onde você se pode deliciar com um pouco de música ao vivo, com bandas internacionais e DJ´s na casa de shows The Assembly. Para quem gosta de festa, o bar Fiction oferece diversão até altas horas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!