Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão preso em Tete por arrancar ossos dum cadáver

Um cidadão cuja identidade não apurámos está privado de liberdade, desde a semana passada, no Comando Distrital de Moatize, província de Tete, acusado de posse de cinco ossadas humanas.

As autoridades policiais consideram que é o quarto caso de que se tem conhecimento, este ano, naquele ponto do país.

O visado, detido a 24 de Outubro último, alegou que contou com a colaboração de um comparsa a monte para praticar o crime de que é acusado.

Ainda de acordo com a Polícia, o cidadão em alusão é proveniente do distrito de Chifunde, mas pretendia levar as ossadas ao distrito de Guro, em Manica.

Em declarações aos agentes da Lei e Ordem, o indivíduo que alegou desconhece o origem e a finalidade das ossadas em causa e imputou as responsabilidade ao amigo fugitivo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!