Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão português assassinado em casa na Beira e idosa morta por sobrinho em Gaza

Indivíduos desconhecidos e a monte assassinaram um cidadão de nacionalidade portuguesa, com recurso a uma arma de fogo, na semana passada, na cidade na Beira, província de Sofala, e apoderaram de alguns bens e dinheiro. Em Gaza, uma septuagenária foi executada pelos sobrinhos, supostamente porque era feitiçaria.

O homem, de 45 anos de idade, respondia pelo nome de João Filipe da Silva e encontrou a morte na sua própria casa, no bairro de Macurungo, segundo apurou o @Verdade.

Informações em nosso poder dão conta de que, na madrugada da última quinta-feira (10), um grupo de pessoas armadas, em número ainda não identificado, irromperam pela residência da vítima e molestaram-na.

A vítima, que era empresário num ramo que não apurámos, foi atingida no membro superior esquerdo e nas costas com recurso a uma pistola.

Consumando o acto, os presumíveis bandidos apoderaram-se de um televisor plasma e três telemóveis.

Não se sabe ainda o que é que originou tal crime, mas a Polícia da República de Moçambique (PRM), naquele ponto do país, já está no encalço de possíveis suspeitos.

Na altura dos factos, a esposa do malogrado estava presente mas, felizmente, escapou com vida.

Os suspeitos confessaram o crime, de acordo com Leonardo Colher, porta-voz da PRM, em Manica.

Já distrito do Bilene, em Gaza, quatro cidadãos fugitivos colocaram fim à vida da sua própria avó, de 70 anos de idade, acusando-a de prática de bruxaria, uma vez que era médica tradicional.

O crime deu-se na casa da malograda, no posto administrativo de Messano, e foi cometido com recurso a um pilão.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!