Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão mata sua esposa por ciúmes em Maputo

Um indivíduo identificado pelo nome de Jorge Sairosse, de 39 anos de idade, espancou a sua cônjuge até a morte, que respondia pelo nome de Márcia Tomás, de 32 anos de idade, na noite da segunda-feira (09), no bairro da Costa do Sol, na capital moçambicana, supostamente porque ela mantinha uma relação extraconjugal com um fulano.

Segundo os familiares e os vizinhos da vítima, o agressor e suposto assassino, que está a ver o sol aos quadradinhos numa das celas da 13ª esquadra da Policia da Republica de Moçambique (PRM), desde a manhã desta terça-feira (10), implicava sempre com a mulher e acusava a ela de ter amantes, uma vez que esta trabalhava numa casa como empregada doméstica.

A mãe de Márcia Tomás, Fernanda Tomás, de 60 anos de idade, era uma pessoa inconsolável: primeiro porque não percebe por que motivos o genro tirou a vida da sua filha; segundo porque dois menores de três e cinco anos de idade, respectivamente, ficaram desamparados. Com o pai detido e a proginitora morta, ninguém sabe qual será o seu futuro porque a avó é desempregada e dependente.

Na 13ª esquadra da PRM, um agente da Lei e Ordem que se identificou pelo nome de José Matusse impediu o nosso contacto com Jorge Sairosse, para percebermos o que lhe elevou a cometer o crime de que é acusado, alegadamente porque não tinha autorização dos seus superiores hierárquicos. Contudo, o polícia disse-nos que o visado será encaminhado aos calabouços da Cadeia de Máxima Segurança, vulgo B.O.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!