Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadã detida em Maputo por rapto de uma recém-nascida

Uma cidadã nacional, de 25 anos de idade, que responde pelo nome de Noémia, foi, na última sexta-feira (01), na cidade de Maputo, detida por alegado rapto de uma recém-nascida que era dada como desaparecida depois do seu nascimento no distrito de Bilene, província de Gaza, Sul de Moçambique.

O porta-voz do Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Pedro Cossa, disse que a indiciada foi encontrada no bairro da Polana Caniço.

Nas suas palavras, o desaparecimento da referida criança, filha de Hortência Sitoe, de 28 anos de idade, residente na província de Gaza, ocorreu no dia 27 de Janeiro. Para lograr os seus intentos, Noémia fez-se passar por uma enfermeira.

Depois de raptar a menina voltou a Maputo. Ainda são desconhecidos os motivos que levaram a jovem a cometer tal crime. Porém, a Polícia suspeita que a criança era para ser vendida na República da África do Sul.

Pedro Cossa apela aos pais, sobretudo às mães, para serem mais vigilantes durante o parto porque há gente de má-fé envolvida em esquemas de rapto.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!