Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ciclone de grandes proporções devasta Vanuatu e mata pelo menos oito pessoas

Uma das maiores tempestades da história no Oceano Pacífico devastou neste sábado Vanuatu, país insular ao nordeste da Austrália, arrancando os telhados das casas, derrubando árvores e matando pelo menos oito pessoas e há perspectivas para que esse número aumente, segundo autoridades.

A ONU (Organização das Nações Unidas) está a preparar uma grande operação de ajuda humanitária, e a Austrália disse estar pronta para oferecer toda a ajuda possível aos vizinhos. Com ventos que chegaram a 340 quilómetros por hora, o ciclone Pam isolou Vanuatu, que ficou praticamente sem energia elétrica e comunicação e enfrenta uma crescente possibilidade de registrar fome e sede em decorrência do desastre natural.

Informações não confirmadas já aumentaram o número de mortos para dezenas de pessoas, mas equipes de ajuda humanitária disseram que demorará dias ou semanas para que se conheça a extensão exata dos estragos.

“Parecia que o mundo ia acabar”, disse Alice Clements, porta-voz do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) em Vanuatu. “Foi como se uma bomba tivesse explodido no centro da cidade. Não há energia. Não há água.”

Tom Skirrow, diretor nacional do grupo de ajuda humanitária Save The Children, disse à Reuters que o Gabinete de Gerenciamento de Desastres Nacionais de Vanuatu confirmou oito mortos e 20 feridos. Ele afirmou que esses números devem subir substancialmente.

Equipes humanitárias em Papua Nova Guiné disseram que pelo menos uma pessoa morreu no país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!