Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Chuvas torrenciais deixam pelo menos 46 mortos na Argentina

Pelo menos 46 pessoas morreram e centenas tiveram que ser retiradas das suas casas na capital da província de Buenos Aires e seus arredores depois de chuvas torrenciais recordes, disseram as fontes oficiais, esta Quarta-feira (3).

A tempestade, uma das mais fortes já registadas na região, deixou pelo menos cinco pessoas mortas, Terça-feira, na sua passagem pela cidade de Buenos Aires. A maior parte das vítimas morreu afogada quando foi surpreendida pelas fortes correntes de água que se formaram em apenas minutos pela chuva que caiu na noite da Terça-feira na cidade de La Plata e várias localidades próximas.

“A situação é gravíssima… uma chuva de uma intensidade em tão pouco tempo que deixou as pessoas presas fatalmente nos carros e nas ruas”, disse a jornalistas o governador de Buenos Aires, Daniel Scioli. Ele acrescentou que pelo menos 46 pessoas morreram. Mais de 1.500 pessoas haviam sido retiradas das suas casas.

A imprensa argentina informou que caíram entre 300 e 400 milímetros de chuva em apenas duas horas, inundando ruas e casas. Dezenas de pessoas tiveram que ficar por horas sobre os telhados das suas casas à espera do resgate, conforme a água arrastava todos os veículos no seu caminho.

“Não havia estrutura que aguentasse. Pessoas que passaram a noite nos tectos, a molhar, famílias, bebés, pessoas nas cadeiras de rodas que estiveram toda a noite com água até a cintura. Um desastre”, disse à Reuters TV o morador Bruno Zorzit.

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que cresceu em La Plata, percorreu as áreas inundadas e prometeu aumentar a presença das forças de segurança para evitar saques nas casas que tiveram que ser abandonadas.

“As pessoas têm medo… vários vizinhos aí do bairro disseram-me agora à noite que viram caras estranhas e têm medo pela segurança. Então, estivemos a conversar com o ministro de Justiça e Segurança de Buenos Aires, Ricardo Casal para que, por favor, exista muita vigilância, muita presença policial”, disse a presidente.

La Plata está cerca de 60 quilómetros ao sul da cidade de Buenos Aires.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!