Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Chuvas e ventos fortes absorvem 500 milhões em Nampula

As autoridades governamentais, a nível da província de Nampula, norte de Moçambique, necessitam de cerca de 500 milhões de meticais para a reposição de todas as infra-estruturas económicas e sociais destruídas pelas chuvas acompanhadas por ventos fortes que fustigam o país, desde princípios deste ano.

Do valor necessário, mais de 386 milhões meticais serão direccionados à componente de estradas, 31 milhões e 28 mil para a reposição de infra-estruturas escolares e cerca de 500 mil terão como destino a área da Saúde, segundo o governador de Nampula, Victor Borges.

Ainda de acordo com aquele governante, os sectores da agricultura e pescas irão absorver valores que variam entre 7.028 mil e 954 mil, respectivamente, enquanto no sector da assistência social os valores a despender estão estimados em 45 milhões de meticais.

O governo da província de Nampula diz estar satisfeito com a pronta resposta da sociedade no apoio às vítimas das enxurradas. De acordo com Borges, as acções de solidariedade local em bens e produtos de higiene atingem 769.020 toneladas que foram já distribuídas a mais de 73 mil pessoas assoladas pelas chuvas, em toda a província.

PR insta populares a construírem habitações consistentes

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, reitera o apelo às famílias afectadas para que se retirem dos locais propensos a desastres naturais.

Numa curta interacção com os moradores da Unidade Comunal de Namiteca, bairro de Muahivire-Expansão, arredores da cidade de Nampula, no prosseguimento do seu programa de trabalho na província de Nampula, Nyusi recomendou a população a erguer casas consistentes, através de uso de matérias adequados.

Namiteca foi uma das zonas da cidade de Nampula que sofreu os efeitos das últimas chuvas. No passado dia 01 de Janeiro, mais de 471 famílias perderam as suas habitações e, na semana passada, uma tempestade, acompanhada por chuvas torrenciais, abateu-se sobre a zona, tendo desalojado 18 famílias e causado a morte de uma criança de apenas três anos de idade.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!