Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Chingale de Tete: “Triturador” de gigantes

A 12ª tentativa alguém logrou parar o Maxaquene. Neste caso, um sensacional Chingale de Tete, catapultado para o grupo de terceiros classificados por obra e graça de Sérgio Faife. Augusto Matine agradece, ele que prefere a vice-liderança isolada e com distância cada vez mais curta para o topo. Ainda assim, dois pontos à maior pelos tricolores.

Augusto Matine, transformou-se um figura central da jornada, a 12a do Moçambola 2011. Pelo futebol que o seu Desportivo apresenta e pela forma como impôs um derrota ao locomotivas no seu reduto. Zainadine, terceiro golo na competição, restabeleceu a igualdade na segunda parte. O Ferroviário sem a clarividência de outras ocasiões na Machava. Nando, um fantasista, saltou do banco para garantir um triunfo que se aceita.

A Liga Muçulmana, que venceu, o Sporting segue no terceiro lugar, com mais dois pontos do que o Chingale de Tete. Num duelo entre David e Golias, a história da não se repetiu e os beirenses caíram com estrondo (3-1). O equilíbrio tem sido a principal nota na tabela classificativa do Moçambola. Entre o 5o e o 10o, dois singelos pontos de diferença. Por sinal, o HCB de Songo é uma equipa no patamar dos 17 pontos. O Incomáti e o Costa do Sol são as outras.

Cá em baixo, o Sporting (12 pontos) só está à frente do Matchedje e Atlético Muçulmano (9 pontos). Um escalão mais em cima (13 pontos) está o Ferroviário de Nampula que até já mudou de treinador. O Costa do Sol voltou a comprovar a sua irregularidade. Encontrou uma equipa praticamente intratável, é certo, mas há algo mais a explicar a este sobe-e-desce constante dos canarinhos. Falta de sorte e ansiedade, por exemplo.

A 12ª jornada começou com duelo numa das zonas turísticas de Moçambique, resultando num triunfo que permitiu ao Vilankulos alcançar o Ferroviário de Maputo. Segui-se mais um triunfo do Desportivo, um projecto sustentado, agora nas mãos de Augusto Matine. No domingo, para lá da batalha vencida pelo Chingale frente ao Maxaquene, registo para as vitórias da Liga Muçulmana, Incomáti, Ferroviário de Nampula.

Confira os resultados completos da 12ª jornada:

Ferroviário de Maputo 1-2 Desportivo

Vilankulos FC 2-1 Costa do Sol

Ferroviário de Nampula 1-0 HCB do Songo

Sporting da Beira 1-3 Liga Muçulmana

Matchedje 0-0 Ferroviário da Beira

Chingale 2-0 Maxaquene

Atletico Muçulmano 0-1 Incomati

 

A tabela classificativa está assim ordenada:

GOLOS
EQUIPAS J V E D M S PONTOS
Maxaquene 12 7 4 1 17 6 25
Desportivo 12 7 2 3 13 5 23
Liga Muçulmana 12 6 4 2 14 7 22
Chingale 12 5 5 2 9 6 20
HCB Songo 12 4 5 3 6 6 17
Costa do Sol 12 5 2 5 12 16 17
Incomáti 12 5 2 5 8 12 17
Ferroviário de Maputo 12 4 3 5 13 14 15
Ferroviário de Beira 12 3 6 3 6 4 15
Vilankulo FC 12 4 3 5 13 12 15
Ferroviário de Nampula 12 4 1 7 18 17 13
Sporting da Beira 12 3 3 6 7 14 12
Atlético Muçulmano 12 2 3 7 8 16 9
Matchedje 12 2 3 7 10 19 9

 

Pára o Moçambola, volta a selecção nacional. Depois, o Moçambola. Mas ainda há muito campeonato pela frente, com inúmeros motivos de interesse. Tricolores e águias que o digam.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!