Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

China não quer metas de redução de gases do efeito estufa

A China prefere melhorar substancialmente sua eficácia energética após a expiração do Protocolo de Kyoto a se comprometer a reduções diretas de suas emissões de gases causadores do efeito estufa, que provocam a mudança climática, destacou nesta sexta-feira e imprensa estatal.

Esta será a principal contribuição do gigante asiático, ávido de energia, aos esforços mundiais para reduzir as emissões de gases do efeito estufa entre 2013 e 2020 dentro do novo acordo que está ser negociado para substituir o Protocolo de Kyoto, que expira em 2012, afirmou o China Daily. “A China prometerá provavelmente atingir as mesmas metas de economia de energia que está realizando no período 2006-2010”, afirmou um responsável do planejamento não identificado citado pelo jornal.

Entre 2006 e 2010, a China ordenou uma redução anual de 4% de seu consumo de energia por unidade de Produto Interno Bruto (PIB), mas por enquanto o país não conseguiu alcançar esta meta embora seus resultados tenham melhorando a cada dia.

A China também insistirá para que os países industrializados mostrem sua liderança se comprometendo em reduzir em 40% suas emissões de gases causadores do aquecimento global dentro das negociações do acordo pós-Kyoto, afirmou o jornal.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!