Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Premier League: Chelsea deixa vitória escapar graças ao golo de Van Persie no fim

Robin Van Persie marcou um golo nos acréscimos para conseguir o empate por 1 a 1 para o Manchester United, contra o Chelsea, este domingo (26), em partida do Campeonato Inglês de futebol. Didier Drogba, 36 anos, titular por causa da lesão de Diego Costa, fez de cabeça o golo dos visitantes, aos 8 minutos da segunda parte, depois de um canto concedido por David De Gea, após uma grande defesa de remate de Eden Hazard.

O Chelsea parecia que seguraria o resultado, mas, pouco antes do apito final, Branislav Ivanovic foi expulso por causa do segundo cartão amarelo e, da cobrança de falta, Thibaut Courtois salvou o esforço de Marouane Fellaini, mas não conseguiu impedir o rebote de Van Persie.

O empate estendeu a liderança do Chelsea para quatro pontos sobre o segundo colocado Southampton e seis a mais que o campeão Manchester City, mas eles esperavam vencer a partida, depois de uma forte segunda parte.

Foi apenas a segunda vez nesta temporada que a equipa de José Mourinho não conseguiu levar os três pontos, novamente em Manchester, onde empataram por 1 x 1 com o City. Sete vitórias e dois empates em nove partidas, no entanto, deixam a equipe numa posição invejável. O United, enquanto isso, depois de rapidamente passar pela quarta posição, está de volta em oitavo, depois do segundo empate consecutivo.

O consolo foi ter conseguido empatar no final da partida novamente, como na igualdade por 2 x 2 contra o West Brom, na última segunda-feira, fora de casa. Van Persie acredita que o time está melhorando consistentemente. “Podemos ficar felizes com o ponto”, disse à Sky Sports.

“Estamos melhorando a cada dia que passa. Ainda estamos no começo e podemos alcançar o Chelsea, sim.” Um ano atrás, Mourinho foi criticado por ter uma abordagem negativa com o Chelsea em Old Trafford, quando jogou sem um atacante e arrancou um empate sem golos.

Sem Diego Costa e Loic Rémy, ele pode ter passado por essa tentação novamente, de adoptar as mesmas tácticas, mas começou com Drogba à frente de Willian, Oscar e Hazard, reflectindo a confiança da equipe de Londres, depois de um começo impressionante da temporada.

“Estou muito feliz”, disse Mourinho. “A minha equipa jogou uma partida fantástica. Não foi o resultado que queríamos, não foi muito bom, mas aceitável”. Ele relutou em comentar a expulsão de Ivanovic, por dois cartões amarelos, o segundo por falta em Angel Di María, mas claramente não estava feliz com essa decisão.

Van Gaal, no entanto, disse: “Eu vi na televisão, e ele tocou-o duas vezes”. O técnico do United acrescentou que o que mais o deixou feliz foi a forma como o United continuou a tentar: “Mostramos mais uma vez que acreditamos até o final naquele golo”. A equipa tem um desafio complicado na próxima rodada, contra o Manchester City, fora de casa, no próximo domingo.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!