Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Chávez volta de surpresa a Venezuela

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, voltou de surpresa de Cuba, esta Segunda-feira (18), após mais de dois meses a recuperar-se de uma cirurgia contra o cancro que ameaça encerrar os seus 14 anos na Presidência do país exportador de petróleo, disseram os ministros e o próprio Chávez.

O líder socialista, de 58 anos, passou por uma operação com seis horas de duração em Cuba no dia 11 de Dezembro. Chávez não era visto nem ouvido em público desde então, até que as suas fotos foram publicadas, Sexta-feira.

“Voltamos à pátria venezuelana. Obrigado, meu Deus! Obrigado povo amado. Aqui continuaremos o tratamento”, disse Chávez no Twitter. Os assessores confirmaram a notícia do retorno do presidente. Havia especulações de que Chávez não estaria bem o suficiente para viajar apesar de desejar voltar à Venezuela para dar prosseguimento ao tratamento contra o canco, que foi diagnosticado pela primeira vez em Junho de 2011.

Mas o vice-presidente Nicolás Maduro disse que Chávez desembarcou de madrugada e estava internado um hospital militar de Caracas. O retorno de Chávez certamente será comemorado por seus simpatizantes no país com 29 milhões de habitantes, onde as suas políticas de bem-estar social fizeram dele um herói para os pobres.

Fogos de artifício foram ouvidos em alguns bairros de Caracas após a divulgação da notícia da volta do presidente, e muitos “chavistas” celebraram nas ruas. “Continuo agarrado a Cristo e a acreditar nos meus enfermeiros e médicos. A caminho da vitória sempre! Vamos viver e vamos conquistar”, Chávez também escreveu no Twitter, estendendo os seus agradecimentos aos líderes cubanos Raúl e Fidel Castro pelo tratamento lá.

OS ministros comemoraram bastante, um deles cantando “Ele voltou, ele voltou” ao vivo na TV estatal. Maduro afirmou: “Estamos muito felizes”. Como os ministros diziam que Chávez queria voltar para a Venezuela assim que estivesse bem o suficiente para viajar, o retorno do presidente representa implicitamente alguma melhora no seu estado de saúde.

Mas os assessores também enfatizaram nos últimos dias que as suas condições continuavam “complexas”. A operação de Chávez em Havana foi a quarta contra o cancro diagnosticado pela primeira vez na região pélvica em Junho de 2011. Sexta-feira, o governo publicou fotos mostrando Chávez deitado numa cama de hospital em Cuba.

A autoridades disseram que ele estava a respirar com a ajuda de um tubo traqueal e com dificuldades para falar. Os comentários de Chávez no Twitter., esta Segunda-feira, foram os primeiros desde a viagem para Cuba para a operação em Dezembro.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!