Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

CFM estabelece novos procedimentos na gestão dos RH

A empresa Caminhos-de-ferro de Moçambique (CFM) vai introduzir instrumentos normativos que estabelecem novos procedimentos na gestão dos Recursos Humanos (RH), onde a progressão nas carreiras profissionais obedecerá critérios de concurso e avaliação de desempenho.

Para o efeito, e empresa criou uma Comissão de Trabalho que integra profissionais experientes, com a responsabilidade de garantir a sua efectiva implementação e que a avaliação de desempenho seja feita de forma estruturada e rigorosa.

O presidente do Conselho de Administração (PCA) dos CFM, Rui Fonseca, que revelou o a informação recém realizada 13/a Reunião Anual do Conselho de Directores da empresa, disse esperar uma grande entrega e dedicação de todos, para que cada um se sinta parte do sucesso que se pretende alcançar.

“Esperamos uma grande entrega e dedicação de todos de modo a que cada um se sinta parte do sucesso que possamos alcançar”, disse Fonseca.

CFM estabelece novos procedimentos na gestão dos RH A nova filosofia de avaliação de desempenho, segundo Fonseca, permite desenvolver o conceito de responsabilização profissional de cada um, a fim de distinguir e estimular os mais empenhados.

“É preciso recompensar os profissionais que trabalham mais, os que rasgam a camisola e não olham o relógio quando é necessário trabalhar, mas também é preciso penalizar quem não tem desempenho e quem não se aplica”, disse ele, apontando que só com o empenho, trabalho árduo e muita dedicação poder-se-á melhorar a vida individual e colectiva.

Fonseca disse, por outro lado, ser preocupação permanente da empresa desenvolver uma política social dirigida aos trabalhadores e suas famílias e é nessa perspectiva que, pelo segundo ano consecutivo, atribuiu o 14/o salário em reconhecimento ao contributo de todos para o bom desempenho dos CFM.

“A nossa política é apostar sempre na qualidade de vida dos nossos trabalhadores”, disse Fonseca, acrescentando que a empresa pretende oferecer maior dignidade laboral a todos e continuar a ser um exemplo a seguir e motivo de orgulho para todos.O Ministério da Função Pública (MFP) tem estado a defender, por exemplo, que a boa gestão dos recursos humanos não só assegura melhores indicadores de desenvolvimento, mas a profissionalização e excelência do sector.

As empresas que multiplicam os seus esforços com vista a uma boa organização dos recursos humanos estão em melhores condições de colher melhores rendimentos dessa filosofia organizativa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!