Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cerca de 20 mil crianças envolvidas na mineração artesanal no Burkina Faso

O Governo burkinabe revelou, quarta-feira, que 19 mil e 881 crianças das quais 10 mil e 217 rapazes e nove mil e 664 meninas foram identificadas, em 2010, em 86 locais de mineração artesanal nas regiões centro-norte, sudoeste, Sahel e do Planalto Central.

De acordo com um relatório do Ministério da Ação Social e da Solidariedade (MASS), entre estes menores que trabalham em condições difíceis nos locais de mineração, figuram sete mil e 152 crianças que abandonaram as aulas de 2012 a 2013, das quais cinco mil e 276 do ensino primário e mil e 876 do ensino secundário.

A proliferação dos locais de extração de ouro no Burkina Faso está a assumir proporções alarmantes com enormes consequências no ambiente educacional, nomeadamente altas taxas de abandono escolar por crianças que partem para os sítios auríferos.

Os próprios pais escondem-se muitas vezes com os seus filhos ou com crianças recrutadas nestas áreas auríferas onde os petizes estão expostos a todas as formas de exploração e violência.

Perante esta situação, o Governo de transição do Burkina Faso instruiu os ministros competentes a tomar as medidas necessárias para a implementação urgente do Programa de Luta contra o Trabalho Infantil nos locais de ouro e poços artesanais no país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!