Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Central hidroeléctrica de Manica vai custar 1.6 mil milhões de meticais

A governadora da província de Manica, no centro de Moçambique, Ana Comoane, revelou que aquela província passa a contar, a partir do ano 2014, com uma central hidroeléctrica, avaliada em cerca de 1.603 milhão de meticais e fornecerá energia também à província de Sofala.

Segundo Comoane, citada pela Rádio Moçambique, a construção desta estação pública está em curso, neste momento, e um estudo de impacto ambiental na região do rio Nhancangare, distrito de Báruè, local escolhido pelo governo para a implantação da barragem hidroeléctrica.

A governadora de Manica, que não revelou a quantidade de energia que será gerada na central, frisou que decorre, neste momento, o processo de reassentamento da população que terá que ser deslocada daquele local.

A governante avançou ainda que os fundos serão provenientes do Governo central e do provincial de Manica, tendo ajuntado que a energia irá chegar a todos os distritos das duas províncias abrangidas pelo projecto.

Na província central de Manica já existem duas barragens, no rio Révuè, nomeadamente, a de Chicamba e Mavuzi.

Além de serem alimentadas a partir de Chicamba e Mavuzi, Sofala e Manica, a Hidroeléctrica de Cahora Bassa tem tido a interligação entre os sistemas feitos na subestação de Chigoadora

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!