Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Centenas de pessoas morrem no avanço de rebeldes no Iraque, segundo o porta-voz da ONU

O número de pessoas mortas depois de os militantes sunitas islamitas terem invadido a cidade de Mosul no início da semana pode chegar a centenas, disse, esta sexta-feira (13), o porta-voz da área de direitos humanos da ONU, Rupert Colville.

Ele afirmou que o seu gabinete tinha informações de que as matanças incluem a execução de 17 civis que trabalhavam para a polícia e um empregado do Judiciário no centro de Mosul.

Quatro mulheres mataram-se depois de terem sido estupradas, 16 georgianos foram sequestrados e, além disso, prisioneiros libertados por militantes estavam à procura vingar-se dos responsáveis pela sua prisão, disse ele.

“Nós recebemos ainda informações que indicam que as forças do governo também cometeram excessos, em especial o bombardeio de áreas civis entre 6 e 8 de Junho”, disse ele. “Há alegações de que cerca de 30 civis podem ter sido mortos.”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!