Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cenário de cheia poderá agravar-se na bacia de Maputo

A bacia do rio Maputo, Sul de Moçambique, encontra-se acima do nível de alerta em cerca de 87 centímetros na estacão hidrometria de Mabudula, cenário que, nos próximos tempos, poderá agravar o cenário de cheias que se vive ao longo deste curso de água.

Segundo o Boletim Hidrológico Nacional, nas últimas 24 horas a rede nacional de estacões pluviómetricas registou chuvas intensas cujo volume variou entre os 30 e 58 milímetros, com destaque para as bacias dos rios Zambeze, Púnguè, Búzi, no Centro do pais, e Govuro e Inhanombe, na província sulista de Inhambane. As bacias de Licungo, Púnguè, Incomati, Govuro, Inhanombe e Mutamba continuam abaixo do nível de alerta com tendência a subir.

Em consequência das chuvas, no interior, e das contribuições a montante, principais albufeiras moçambicanas continuam a registar incremento do volume de armazenamento de água com maior incidência na barragem de Massingir, no rio dos Elefantes, e na bacia do Limpopo. Assim, as autoridades locais continuam a recomendar as populações e agentes económicos ao longo das margens das margens dos rios Maputo, Incomati e Mutamba, para tomarem medidas preventivas, afastando-se das zonas baixas e ribeirinhas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!