Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Carro-bomba deixa pelo menos 31 mortos no centro de Damasco

Um carro-bomba atingiu a região central de Damasco, esta Quinta-feira (21), matando pelo menos 31 pessoas e destruindo carros numa rua movimentada perto de escritórios do partido governista Baath e da embaixada da Rússia, disseram os activistas.

Imagens de televisão mostraram pelo menos quatro corpos espalhados pela rua após a explosão, que a mídia estatal descreveu como um atentado suicida cometido por “terroristas” que combatem o presidente Bashar al-Assad.

A região central Damasco tem ficado relativamente distante do conflito de quase dois anos que já matou cerca de 70.000 pessoas em todo o país, de acordo com a ONU.

Mas os rebeldes que controlam os bairros ao sul e leste da capital passaram a atacar o centro do poder de Assad há quase um mês, e têm realizado alguns bombardeios devastadores.

O grupo rebelde Al Jabhat Nusra, ligado à Al Qaeda, assumiu a responsabilidade por vários desses ataques. A explosão desta Quinta-feira, que segundo os activistas foi seguida por pelo menos três outras explosões em diferentes lugares de Damasco, resultou numa espessa nuvem de fumaça negra no céu sobre o distrito de Mazraa.

A agência de notícias russa Itar-Tass citou um diplomata dizendo que a explosão estourou janelas da embaixada russa, que está de frente para a rua onde houve a explosão, mas ninguém ficou ferido.

“O prédio foi realmente danificado… As janelas estão destruídas”, disse o diplomata. O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, um grupo britânico que monitora a violência na Síria, disse que o carro-bomba explodiu perto de um edifício do partido Baath, cerca de 200 metros ao sul da embaixada russa, e que a explosão causou pelo menos 31 mortes.

A agência de notícias oficial síria Sana disse que entre os mortos estão crianças de uma escola de Mazraa, que foi descrito como um bairro residencial da capital.

Agências

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!