Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Capacitar para o empreendedorismo

Cerca de 150 jovens maioritariamente estudantes oriundos de vários subsistemas de ensino do país, estão, desde quarta-feira, a ser capacitados em matéria de empreendedorismo, num seminário levado a cabo pelo NAEM.

De acordo com o presidente do Núcleo Académico Empreendedor de Moçambique (NAEM), Cláudio Cuembelo, com este primeiro seminário de capacitação de jovens empreendedores, pretende-se munir a camada juvenil de ferramentas para o empreendedorismo, ou seja, para a criação de auto-emprego, nas mais variadas áreas profissionais, dentre as quais, saúde, agricultura, transportes e meio ambiente.

Marcos Cuembelo disse ainda que o núcleo criado em 2009 e legalmente instituído, tem como missão incentivar, capacitar e ajudar os jovens sobretudo estudantes a pautarem pelo empreendedorismo. “Nós não podemos estudar com o intuito de procurar emprego, mas sim, de criar auto-emprego e sermos empregadores. Eu criei este núcleo de jovens empreendedores para promover o empreendedorismo e ensinar a empreender aos jovens”, conta.

Num outro desenvolvimento o presidente do Núcleo Académico Empreendedor de Moçambique (NAEM) disse que a partir deste ano os seminários de capacitação de jovens empreendedores vão ser anuais e sempre antes da Feira Juvenil Empreendedora, também com a mesma periodicidade.

A nossa fonte asseverou ainda que depois da capacitação os jovens participantes têm a missão de elaborar os seus projectos e remetê-los à direcção do núcleo para a sua aprovação e posterior financiamento de forma a materializá-los. “Nós seleccionamos apenas os melhores projectos ou viáveis, os quais serão financiados para a sua execução. Para o efeito, temos mobilizado parcerias nesse sentido”, acrescenta.

Contudo, Cuembelo reconheceu que tem tido algumas dificuldades na busca de parcerias, ou seja, por vezes os parceiros aceitam cooperar, mas não desembolsam fundos para alimentar ou materializar não só os projectos do núcleo como também dos jovens que desejam empreender. “Eu e a minha vice-presidente nos últimos tempos temos sacrificado o nosso salário para sustentarmos o nosso núcleo, fazemo-lo porque os parceiros não dão nenhum valor”, comenta.

De referir que o I seminário que decorre entre os dias 4 e 5 deste mês, na Escola Secundaria Francisco Manyanga, serve de lançamento oficial da II Edição da Feira Juvenil Empreendedora, um Workshop de natureza académica, com a periodicidade anual e vai decorrer de 19 a 20 de Agosto próximo.

Nesta feira os mesmos jovens formados no presente seminário irão apresentar oralmente os seus projectos de auto-emprego, sendo que os melhores, o NAEM irá oferecer, através dos seus parceiros de cooperação, diversos prémios que se circunscrevem em estágios e bolsas de estudos, entre outros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!