Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Candidato da oposição vence eleição histórica por larga vantagem na Nigéria

Três décadas depois de tomar o poder por um golpe militar, Muhammadu Buhari tornou-se no primeiro nigeriano a substituir um presidente nas urnas, o que o coloca na liderança da maior economia de África e uma das suas democracias mais turbulentas. O presidente atual, Goodluck Jonathan, telefonou para Buhari nesta terça-feira para reconhecer a vitória do rival na eleição do fim de semana, disse o comité de Buhari, um gesto inédito que deve ajudar a apaziguar a revolta dos apoiantes inconformados de Jonathan.

Em Kaduna, cidade de grande variedade religiosa no norte do país, onde 800 pessoas foram mortas em episódios de violência depois da última eleição nigeriana em 2011, os apoiantes de Buhari tomaram as ruas agitando bandeiras, dançando e cantando em comemoração.

O Partido Democrático do Povo (PDP), de Jonathan, estava no poder desde o fim do regime militar, em 1999, mas vinha perdendo popularidade devido a uma série de escândalos de corrupção e à ascensão da insurgência islâmica do grupo Boko Haram no nordeste.

O o presidente Jonathan ligou para o general Muhammadu Buhari, o vencedor das eleições, para parabenizá-lo”, afirmou Lai Mohammed, porta-voz do Congresso Todos Progressistas (APC, na sigla em inglês), de Buhari, a repórteres na sede do partido em Abuja. “Sempre houve o temor de que ele pudesse não reconhecer, mas ele será visto como um herói por este gesto”, acrescentou. “A tensão irá diminuir dramaticamente.”

Segundo os resultados divulgados nesta terça-feira pela Comissão Eleitoral Independente da Nigéria (INEC), Buhari obteve um total de 15.424.683 votos, enquanto Jonathan alcançou 12.853.162 votos, que representam 45% do total.

A oposição levou grande vantagem nos estados do norte da Nigéria. Conquistou 94% dos votos em Yobe, 89% em Kano, 78% em Gombe e também 94% em Borno, região mais afetada pela violência do grupo Boko Haram. Buhari conseguiu assim o que determina a lei eleitoral da Nigéria para que um candidato seja eleito: obter 25% dos votos em dois terços dos 36 estados, além de uma maioria simples.

No total, 28,5 milhões de pessoas votaram neste pleito. Foram convocadas às urnas para a escolha presidencial 56 milhões de pessoas – de uma população de 170 milhões. Com a vitória considerada histórica, Buhari volta ao cargo que ocupou brevemente entre 1984 e 1985 como Chefe de Estado Militar.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!