Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Candidato a vice-presidente contesta apuração no Quénia

Um candidato a vice-presidente do Quénia pediu nesta quinta-feira a interrupção da apuração dos votos da eleição presidencial, pondo em dúvida a lisura de um processo que transcorreu de forma relativamente pacífica.

Kalonzo Musyoka, candidato a vice na lista encabeçada pelo primeiro-ministro Raila Odinga, salientou que não está fazendo um apelo para a mobilização popular e pediu que seus eleitores tenham calma e paciência.

A eleição presidencial anterior no Quénia, em 2007, desencadeou conflitos étnicos que mataram 1.200 pessoas. Na atual apuração, Odinga aparece atrás do candidato Uhuru Kenyatta.

Em entrevista coletiva, Musyoka disse que sua coligação considera que “o processo de apuração da votação nacional carece de integridade e precisa ser interrompido e reiniciado usando documentos primários das seções eleitorais”. Ele disse ter indícios de manipulação nas atas eleitorais.

As autoridades dizem que o processo está correto e que o resultado não será comprometido por falhas no sistema eletrônico de totalização.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!