Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Camarões 1 – Dinamarca 2: vitória dinamarquesa classifica seleção Laranja

Camarões 1 - Dinamarca 2: vitória dinamarquesa classifica seleção Laranja

No jogo deste sábado à noite em Pretória, num estádio Loftus Versfeld com um pouco mais de metade dos lugares ocupados (segundo a Fifa, o público presente foi de 38.074 para os 42.858 lugares existentes), só a vitória interessava aos Camarões e Dinamarca, pois as duas seleções haviam perdido na primeira jornada. 

Com uma reviralvota no marcador, a Dinamarca derrotou os “Leões Indomáveis” por 2-1 e e deixaram a equipa de Eto´o sem hipoteses de chegar aos oitavos de final. Este resultado permite também a classificação imediata da Holanda que com seis pontos lidera o Grupo E.

Após a derrota frente aos Japão, na estreia, os Camarões entraram diferentes no relvado do Loftus Versfeld. Os jogadores pressionaram o técnico francês Paul Le Guen para mudar a equipa, e ele acabou aceitando. Samuel Eto’o, que jogou pela esquerda na estreia, e neste jogo atuou no centro do ataque, marcando o seu primeiro golo na Copa. A equipe contou ainda com Song, Emana e Geremi, que foram reservas no primeiro jogo, como titulares.

Morten Olsen também mexeu na equipe da Dinamarca, o capitão Jon Dahl Tomasson recuperou-se de lesão e formou o ataque com Nicklas Bendtner e Dennis Rommedahl, autores dos golos. Rommedahl foi responsável também pelas melhores jogadas da equipe, sempre aproveitando as falhas de marcação pelo lado esquerdo da defesa africana.

E o jogo começou com as duas equipas na ofensiva, com maior ascendente dos Camarões, que em quatro minutos fizeram duas boas jogadas. A melhor com Eto’o a arriscar de fora da área, mas falhando o alvo.

A resposta dinamarquesa veio dois minutos depois, pelo lado esquerdo da defesa africana, que sofreu todo o jogo por ali. Rommedahl entrou na área pelas costas da defesa e chutou por cima.

Aos dez minutos, Christian Poulsen saiu a jogar e falhou no passe deixando a bola nos pés de Webo. O camisa 15 colocou a bola em Eto’o, que ficou sozinho na área e rematou para o canto esquerdo. Primeiro golo do craque do Inter de Milão na Copa do Mundo: 1 a 0.

A vantagem no placar melhorou o jogo dos “Leões Idomáveis”, que continuou pressionando. Aos 12 minutos, quase aumentou o placar, com um remate de longe de Emana que passou rente à trave. Os camaroneses abusaram de dribles e jogagas bonitas mas não marcavam e, no futebol quem não marca sofre. Rommedahl recebeu sozinho e cruzou, rasteiro, para Bendtner empurrar para o empate: 1 a 1.

Os minutos finais da primeira parte foram emocionantes, aos 41 minutos Souleymanou perdeu uma dividida, e Tomasson chutou para a baliza vazia, mas Nkoulou apareceu a salvar, no ressalto Jorgensen rematou por cima. No contra-ataque, Eto’o recebeu na área e bateu com o pé esquerdo acertando no poste da Dinamarca. Em seguida, Emana entrou driblando, passou por dois, mas rematou mal.

A segunda parte começou lenta, os camaroneses controlavam a bola mas falhavam no toque final ou erravam na direção da baliza. A passagem do minuto 60, a Dinamarca aproveitou a falha de marcação pela esquerda da defesa africana e deu a volta ao placar: Rommedahl foi lançado na direita, driblou Makoun na área e bateu de pé esquerdo, para o canto direito da baliza de Souleymanou: 2 a 1.

Desesperado para evitar a eliminação, os Camarões foram para o ataque, criaram boas chances com Emana e Eto’o, mas faltou discernimento, e uma pontinha de sorte, para empatar o jogo.

Na próxima quinta-feira a Holanda joga contra os Camarões, que ainda não pontuou, enquanto a Dinamarca e Japão, que estão com três, decidem a segunda vaga da Grupo na Cidade do Cabo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!