Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cada moçambicano deve USD 430,50 ao Banco Mundial

Cada um dos cerca de 20 milhões de moçambicanos deve, nominalmente, o correspondente a 430,50 dólares norte-americanos (ou seja, 13 992,50 meticais ao câmbio de 32,50 meticais/USD) ao Banco Mundial (BIRD) em dívida externa moçambicana contraída para o desenvolvimento de vários projectos socioeconómicos do país.

No total, aquela instituição financeira internacional concedeu a Moçambique um total de 8610,77 milhões de dólares norteamericanos, de 2001 a 2008, segundo a Direcção Nacional do Tesouro do Ministério das Finanças, valor que veio juntar-se ao dos restantes 10 credores multilaterais, somando o montante global de 14 422,71 milhões de dólares norteamericanos, aproximadamente 468,7 mil milhões de meticais.

Daquele valor, o Fundo Monetário Internacional (FMI) contribuiu com 981 milhões de dólares e o Banco Árabe de Desenvolvimento Africano (BADEA) com cerca de 371,9 milhões de dólares, quedandose em terceiro lugar no conjunto dos 11 credores multilaterais de Moçambique que incluem o Banco Europeu de Investimento (BEI), Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Fundo Africano de Desenvolvimento (FAD) e OPEC FUND (Organização de Países Exportadores de Petróleo), entre outras instituições multilaterais.

Bilaterais

Por seu turno, os credores bilaterais de Moçambique desembolsaram, igualmente, entre 2001 e 2008, cerca de 15 747,59 milhões de dólares e são eles Austrália, França, Alemanha, Itália, Japão, Portugal, Espanha, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos da América (EUA).

Brasil e Rússia, países credores não membros do Clube de Paris, também financiaram vários projectos de desenvolvimento socioeconómico de Moçambique no montante global de 2371,48 milhões de dólares, enquanto a Bulgária e a China concediam no período em análise um crédito global de 1210,30 milhões de dólares.

Refira-se, entretanto, que, em finais de 2008, do total da dívida pública moçambicana a dívida externa representou 92,5% e a dívida interna 7,5%, tendo a primeira registado uma redução de 17,3% ao longo dos últimos cinco anos.

A dívida interna registou, no período em análise, uma redução de 52 milhões de dólares, o equivalente a 15,1% e era representada por Bilhetes de Tesouro (BT) e Obrigações de Tesouro, principalmente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!