Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cabo Delgado arrecada em seis meses 70 milhões de meticais em exportações

As exportações da província de Cabo Delgado, no período que vai de Janeiro a Junho de 2011, atingiram 69.3 milhões de meticais, segundo descreve o balanço semestral do Governo local. Trata-se de receitas provenientes da comercialização, no mercado externo, de produtos como a madeira, pescado, algodão e sua semente, amêndoa de castanha de caju e outros produtos, incluindo o mármore.

Segundo o jornal Diário de Moçambique, para o primeiro semestre de 2011, Cabo Delgado havia planificado exportações no valor de 682.3 milhões de meticais. Os 69.3 milhões alcançados durante o primeiro semestre correspondem a uma realização em pouco mais de dez por cento. Olhando para os resultados alcançados, o Governo provincial entende que os mesmos representam um crescimento de receitas em cerca de 25 por cento. “O volume das exportações atingiu um valor global de 69.3 milhões de meticais dos 682.3 milhões planificados (para o semestre), o que representa uma realização de dez por cento e um crescimento de 25 por cento” – sublinha a fonte.

Cabo Delgado, a norte do país, é potencial na exploração e exportação de madeira, pescado e castanha de caju. Com as restrições na exportação de madeira não processada, a província tem vindo a reduzir o volume das suas vendas externas, embora alguns operadores continuem a tentar furar o esquema, exportando ilegalmente. Há bem pouco tempo, várias quantidades de madeira, marfim e outros produtos não admitidos para a exportação foram descobertos prestes a embarcar para o mercado chinês.

Segundo dados do Governo provincial, durante o primeiro semestre de 2011 foram serrados 8.451.4 metros cúbicos de madeira de vários tipos. As projecções para 2012 indicam para um total de 24.750 metros cúbicos ou seja a cifra alcançada corresponde a uma realização de 34 por cento da quota anual e um crescimento de cinco por cento. No que concerne à actividade piscatória, foram alcançados 7.341.8 toneladas de pescado, o correspondente à metade do que estava planificado e 27 por cento de crescimento. Na mesma altura Cabo Delgado conseguiu vender 1.540 toneladas de pescado, correspondendo à metade do que se pretende para 2011 e 17 por cento de incremento face ao período comparativo de 2010.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!