Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Burladores vêem o sol aos quadradinhos na BO

Quatro indivíduos que respondem pelos nomes de Dinis, Acácio, Tamela e Mboa, com idades compreendidas entre 24 a 38 anos, encontram-se detidos na Cadeia de Máxima Segurança, vulgo BO, no posto administrativo de Infulene, município da Matola, indiciados de burlar 300 mil meticais a uma cidadã, entre 25 e 31 de Agosto último, na capital moçambicana.

Segundo Orlando Mudumane, porta-voz do Comando da Polícia da República de Moçambique (PRM) na cidade de Maputo, a quadrilha trabalhava em conexão com dois indivíduos identificados pelos nomes de Octávio e Milo, de 33 e 38 anos de idade, que estão a cumprir pena de pena prisão, há mais de dois anos, naquela penitenciária, também por defraudação.

Os visados foram transferidos para a Cadeia de Máxima Segurança sem terem sido apresentados a nenhuma estância jurídica o efeito. Consta que os supostos ladrões passaram um cheque sem fundos à cidadã em causa, que vendia a viatura.

Para Mudumane, o bando ora detido dedicava-se a esta há bastante tempo e preocupa o facto de os cabecilhas do acto puderem protagonizar roubos de burlas mesmo estando na cadeia. “Diligências estão em curso no sentido de continuar a caçar os larápios que arruínam as poupanças de cidadãos”.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!