Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Benin bate Guiné-Equatorial em partida em atraso das eliminatórias para o CAN de 2017

A equipa nacional de futebol do Benin venceu domingo, em Cotonou, a sua similar da Guiné-Equatorial por 2 a 1, em partida em atraso das eliminatórias do Campeonato Africano das Nações (CAN) previsto para 2017 no Gabão.

Os golos do Benin aconteceram aos 24 e 58 minutos de jogo graças a Jordan Adeoti e David Djigla, respectivamente, enquanto o da Guiné-Equatorial aos 58 minutos de jogo graças Ivan Zaradona.

Com esta vitória, o Benin que integra o Grupo C, soma 11 pontos.

Disputado de baixo de uma forte chuva, no segundo tempo, este jogo decorreu numa atmosfera de crise eleitoral no seio da Federação Beninense de Futebol, o que obrigou a Federação Internacional de Futebol (FIFA) a suspender o reitor de futebol beninense de todas as competições. Esta sanção será levantada sexta-feira última, depois da eleição à frente da federação beninense de Anjorin Moucharafou, cuja escolha foi contestada pelo campo adverso.

Sábado último, o ministro beninense dos Desportos, Oswald Homaky, deu uma conferência de imprensa durante a qual apelou aos seus compatriotas para apoiarem a equipa nacional e recomendando-lhes a “separarem” a crise na federação de futebol do jogo contra a Guiné- Equatorial. Também, convidou os seus concidadãos a deslocarem-se maciçamente ao estádio de Amizade em Cotonou para apoiar a sua equipa nacional enquanto se esperava por uma mediação a fim de se buscar, a breve trecho, uma solução para esta crise.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!