Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Beira regista média de 9.5 perdas de vidas humanas por dia

Nos últimos dois meses (Outubro e Novembro de 2010) o Sector Funerário do Município da Cidade da Beira registou 575 corpos humanos de todas as idades e sexos, representando uma média de 9.5 perdas de vidas humanas por dia.

Estes dados tornados públicos ontem pelo Presidente do Conselho Municipal da Beira, Daviz Simango, embora elevados para um universo populacional autárquico de cerca de 450 mil habitantes, são superados pelos registados pelo mesmo sector no período Agosto e Setembro do ano em curso, tendo sido 816 óbitos, o correspondente a 13.6 mortes por dia na Cidade da Beira.

De acordo com os mesmos dados constantes do informe sobre o estado da Autarquia, ontem apresentado pelo Presidente Daviz Simango no decurso da X Sessão Ordinária da Assembleia Municipal prevista para terminar esta quarta-feira, dos 575 corpos registados entre Outubro e Novembro 54 foram declarados abandonados e, consequentemente, inumados em vala comum; contra 163 considerados na mesma circunstância e que tiveram o mesmo destino em Agosto e Setembro.

Maior número de casos de morte que se registam na Cidade da Beira tem sido por doenças, muitas delas associadas ao hiv sida, tuberculose e malária.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!