Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

BCI lucra 916,85 milhões de meticais

O Banco Comercial e de Investimento (BCI) de Moçambique acaba de anunciar lucros de 916,85 milhões de meticais (equivalente a 21 milhões de euros) no exercício de 2010. Os lucros que o BCI atingiu no ano passado representam um aumento de 28% comparativamente aos de 2009, refere o balanço esta semana apresentado pela instituição.

Os resultados líquidos, segundo o BCI, tiveram como base “o forte investimento na expansão da rede de distribuição, que resultou num impacto significativo na estrutura de custos”.

“A acentuada depreciação do Metical face ao Dólar, com o respectivo impacto dos serviços de terceiros facturados em moeda externa (em especial serviços importados)” também contribuíram para a obtenção do lucro.

Os activos líquidos aumentaram 36%, chegando aos 47 mil milhões de meticais, “evolução” que reflecte “o impacto da depreciação do Metical”, afirma o BCI.

O volume de crédito a clientes subiu 27 porcento, para mais de 30,13 mil milhões de meticais (682 milhões de euros), indica ainda a avaliação do exercício de 2010.

Segunda maior

Em consequência do desempenho alcançado no ano passado, o BCI controla actualmente uma quota de mercado no crédito a clientes de 30%, a nível dos depósitos, mantendo- se como a segunda maior instituição financeira de Moçambique.

“Depois de no decurso de 2010 o BCI ter aumentado o capital social de 321,43 milhões de meticais (7,3 milhões de euros) para 1900 milhões de meticais (43 milhões de euros), a assembleia- geral de accionistas decidiu reforçar ainda mais os fundos próprios do BCI retendo 75 porcento dos resultados líquidos de 2010 (que foram de 21 milhões de euros, mais 28 porcento do que no ano transacto)”, refere o banco.

Os lucros obtidos em 2010 permitiram ao BCI elevar o seu rácio de solvabilidade para 12,26 porcento, determinado no quadro regulamentar do banco central de Moçambique.

A rede comercial cresceu “em 33 porcento, com a abertura de mais 24 agências e centros BCI Corporate, o aumento em 84 porcento da base de clientes e o reforço sustentado da quota de mercado”.

O BCI é uma instituição de direito moçambicano, detido em 51% pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) de Portugal, 30% do Banco Português de Investimentos (BPI), 18% por um grupo moçambicano de investimentos (INSITEC) e o restante capital disseminado por pequenos accionistas locais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!