Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Basquetebol: Locomotivas conquistam a Taça Maputo

O Ferroviário de Maputo conquistou mais um título na capital do país. Em confronto da final da Taça Maputo, os locomotivas derrotaram a formação da Universidade Pedagógica, por 68 a 35. A equipa da A Politécnica, que bateu o Desportivo por 66 a 62, terminou a prova na terceira posição.

Tratando-se duma final esperava-se que a catedral do basquetebol moçambicano, o pavilhão do Maxaquene, estivesse lotado, mas debalde, visto que o recinto que acolheu a partida estava às moscas, um claro sinal de que a modalidade da bola ao cesto no país está longe dos seus melhores dias.

No que diz respeito ao próprio jogo, tal como já se previa, logo que se arremessou a bola para o ar a equipa de Horácio Martins pegou nas rédeas de jogo, face a uma turma da Universidade Pedagógica que não conseguia parar as investidas de Ermelindo Novela e companhia.

Nos dois primeiros períodos os locomotivas dominaram completamente o jogo, o que culminou com uma vantagem folgada no final da primeira parte. Nesta etapa o Ferroviário de Maputo marcou 32 pontos contra os 16 dos universitários. Manuel Ubisse e Hermelindo Novela, ambos com nove pontos, dividiram o protagonismo.

Ferroviário avassalador na segunda parte

No reatamento, em desvantagem, a Universidade Pedagógica entrou determinada a mudar o rumo dos acontecimentos;, todavia, encontrou pela frente uma equipa de Horácio Martins que queria conquistar o segundo título consecutivo na presente temporada.

Nos dois períodos da etapa completar, o Ferroviário de Maputo teve um domínio avassalador. A equipa liderada por Horácio Martins converteu 36 pontos, mais 19 que o seu rival. A partida terminou com o resultado de 68 a 35 a favor dos vice-campeões nacionais.

Locomotivas e Politécnicas discutem a final em femininos

No que toca aos femininos, a contar para as meias-finais, o Ferroviário de Maputo derrotou a equipa do Costa do sol por 16 pontos de diferença, ou seja, 67 a 51. Foi uma partida, diga-se, muito bem disputada em que o vencedor foi conhecido no último período.

As locomotivas, apesarem de terem alinhado com mais de quatro jogadores da sua equipa de juniores, conseguiram triunfar no final dos 40 minutos regulamentares.

Na final, a equipa de Leonel Manhique vai medir forças com A Politécnica, que nas semi-finais venceu o Maxaquene, por 53 a 51. Importa referir que a final da Taça Maputo, em femininos, será realizada na sexta-feira (20) no Pavilhão BCI – Politécnica.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!