Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Banco de Moçambique reforça vigilância do sector financeiro

O Banco de Moçambique (BM) já concluiu a produção do Plano de Contingência e Assistência de Liquidez de Emergência para o sector financeiro doméstico, num esforço que tem em vista mitigar e prevenir riscos sistémicos que venham a surgir e resultantes do agravamento da crise financeira mundial.

A implementação deste plano estava prevista para arrancar em Junho passado e incluía trabalhos preparatórios para efectivação de exercícios de simulação com a ajuda do Banco Mundial (BIRD), segundo apurou o Correio da manhã junto do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Maputo.

Realça a instituição que o BM está empenhado em continuar com as reformas destinadas a reforçar a vigilância do sector financeiro, “apesar de o ambiente global ser difícil” e concernente igualmente à crise financeira mundial.

O BM está ainda a reforçar a supervisão bancária para mitiga- ção e prevenção sistémicas de riscos, tendo sido já colocada uma amostra de dados das instituições de crédito para a realização dos primeiros testes de stress por uma equipa de supervisão trimestral que inclui a apresentação de re- latórios com resultados sobre testes de stress.

A seguir será a revisão do regulamento sobre os limites de concentração, antes de Setembro de 2013, tendo em vista o fortalecimento da vigilância, as directrizes de gestão de risco e directrizes de âmbito jurídico e analítico, segundo ainda o FMI, realçando que o quadro de supervisão baseado em riscos foi adotado a 14 de Março de 2013 e será implementado ao longo do presente ano de 2013, no quadro dos preparativos para a adoção do Acordo de Basiléia II, em 2014.

De lembrar, entetanto, que o Conselho de Ministros acaba de aprovar a Estratégia de Desenvolvimento do Sector Financeiro 2012-2022 com vista a manter a estabilidade do sector através da melhoria de políticas fiscal e monetária e aprofundamento do mercado da dívida pública, fortale- cendo a supervisão bancária e regulando redes de segurança do sector financeiro.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!