Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Avolumam-se casos de disputa de crianças adoptadas no país

Tendem a aumentar no país casos de disputa de crianças adoptadas por casais moçambicanos, na altura da consumação dos pedidos de divórcio, segundo o Ministério da Mulher e Acção Social.

Sem falar em números já registados, Inês Botela, chefe da Secção de Adopção do Departamento da Criança em Situação Difícil do Ministério da Mulher e Acção Social, disse que os casos têm sido ultrapassados com a intervenção directa dos assistentes da Acção Social.

Muitos deles culminam com o retorno das crianças disputadas pelos casais em separação aos centros de acolhimento públicos e privados onde viviam antes da adopção, de acordo ainda com Botela.

Quanto à sua adaptação e integração nas novas famílias, Botela disse que o processo tem sido difícil nos primeiros anos, “mas, à medida que o tempo passa, as crianças acabam ficando bem integradas e num convívio normal no seio da família adoptiva”.

Sobre a nova vida das crianças adoptadas por estrangeiros a viverem nos seus países de origem, a chefe da Secção de Adopção do Ministério da Mulher e Acção Social disse não haver problemas que tenham já chegado ao conhecimento da sua instituição, isto “por falta de acompanhamento periódico da nossa parte”, justificou Inês Botela.

Entretanto, nos primeiros quatro meses de 2012 deram entrada naquele departamento onze pedidos de adopção de crianças em situação difícil remetidos por casais de moçambicanos, contra nenhum pedido de expatriados.

Em 2011 os pedidos foram em número de 53, feitos por nacionais e estrangeiros

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!