Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Autoridades sul-africanas, na fronteira de Lebombo, detêm moçambicanos na posse de milhões de dólares e euros

As autoridades alfandegárias e da polícia da África do Sul detiveram na sexta-feira(25) dois cidadãos moçambicanos na fronteira de Lebombo, que viajavam de Moçambique para o país vizinho, na posse de 4,9 milhões de dólares norte-americanos, 2,2 milhões de euros e ainda 20 mil rands, em dinheiro não declarado.

De acordo com o canal público de televisão sul-africano (SABC), os suspeitos haviam acabado de cruzar a fronteira de Ressano Garcia, o lado moçambicano, quando foram mandados parar pelas autoridades, cerca das 5h40, que haviam sido previamente alertadas.

No topo da bagageira da carrinha de marca toyota hilux, em que os suspeitos se faziam transportar, foi detectado um fundo falso onde foram encontrados 4,9 milhões de dólares norte-americanos, 2,2 milhões de euros e 20 mil rands em notas embrulhadas em sacos plásticos, de acordo com Memory Ndou, oficial da Autoridade Tributária sul-africana (South African Revenue Service official) no posto fronteiriço.

Os cidadãos moçambicanos que viajavam de Moçambique para a cidade de Johannesburg não declararam os valores monetários e foram detidos e acusados de lavagem de dinheiro.

As autoridades sul-africanas, que consideram esta a maior apreensão de dinheiro de sempre e precisaram de cinco horas para contar o dinheiro, estão a trabalhar com a sua contra-parte moçambicana para apurar a origem dos valores monetários e outras possíveis ligações criminosas dos indiciados que na próxima semana deverão ser presentes a um tribunal da cidade de Komatipoort.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!