Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Aumentam os conflitos laborais em Nampula

O Centro de Mediação e Arbitragem de Conflitos Laborais da província de Nampula registou 386 pedidos de mediação, durante o primeiro semestre do ano em curso,  contra 290 em igual período do ano passado, e abrangeu cerca 2.100 trabalhadores de diversas empresas e estabelecimentos comerciais.

Apesar do aumento do número de casos de conflitos laborais em Nampula, o presidente do Centro de Mediação e Arbitragem de Conflitos Laborais considera a situação não preocupante, uma vez que dos processos registados houve um acordos entre as partes envolvidas.

Os ramos de comércio, de construção civil, de hotelaria, de empregados domésticos e da indústria são apontados como sendo os que mais processo registaram. Um dado curioso tem a ver com o facto de as empresas de segurança privada terem registado poucos casos, contrariamente ao que acontecia há pouco tempo.

A redução deveu-se ao facto de o centro ter realizado campanhas de sensibilização naquelas empresas para que possam pagar antecipadamente os ordenados mensais dos trabalhadores.

O presidente do Centro de Mediação e Arbitragem de Conflitos Laborais, Gildo Niconte, referiu que dos 386 casos notificados foram mediados 361, dos quais 265 tiveram desfecho satisfatório par as partes, emitidos 96 certidões de impasse e 25 ainda pendentes e em negociação.

No primeiro semestre deste ano foram realizadas diversas palestras nos distritos de Monapo, Angoche, Nacala-Porto e Nampula cidade com vista a reduzir a ocorrência de injustiças laborais nas empresas.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!