Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atraso de silo cria embaraços no distrito de Malema

A aparente demora na materialização do processo de construção de silos para o armazenamento dos produtos alimentares e de rendimento em Malema, distrito considerado modelo na produção agrícola está a criar embaraços ao governo local.

A preocupação foi expressa pelo respectivo administrador, Dauda Mussa, que afirmou não conhecer as causas do incumprimento deste programa que, no seu entender, poderia impulsionar o desenvolvimemto daquela região do interior da província de Nampula.

Não obstante esta inquietação, Mussa disse que o seu executivo continua a incentivar os produtores para o aumento das suas áreas de cultivo.

Segundo o nosso entrevistado, os “sete milhões” disponibilizados anualmente pelo governo, para o aumento dos níveis de produção agrícola e geração de emprego no campo rural, fazem de Malema um verdadeiro “celeiro” da província de Nampula e dos vizinhos distritos de Cuamba e Gurue, nas províncias do Niassa e Zambézia, respectivamente.

Este ano, o conselho consultivo daquele distrito aprovou e financiou 126 projectos de geração de rendimento, grande parte dos quais ligados à produção e comercialização agrícola.

De acordo, ainda, com Dauda Mussa, no primeiro semestre tinham sido assistidos mais de dois mil produtores singulares e 37 associações albergando cerca de mil e cem produtores.

E neste momento decorrem actividades de sensibilização aos mutuários no sentido de acelerarem o processo de reembolso para permitir que outros interessados possam beneficiar de empréstimo.

Na campanha agrícola 2010/2011, Malema produziu 295 mil toneladas de produtos diversos e as previsões para a próxima campanha apresentam-se mais promissores, graças ao trabalho de monitoramento dos técnicos de extensão e a melhoria do acesso dos camponeses às novas tecnologias agrícolas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!