Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atlético de Madrid conquista Liga Europa

Atlético de Madrid conquista Liga Europa

O Atlético de Madrid conquistou esta quarta-feira a Liga Europa ao derrotar o inglês Fulham por 2 a 1, no prolongamento, após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar do jogo disputado em Hamburgo. O uruguaio Diego Forlán foi o homem do jogo, marcando os dois golos do Atlético, o último a quatro minutos do fim da prorrogação.

O atacante anotou o golo do título aos 116 minutos, após passe do argentino Sergio ‘Kun’ Agüero na pequena área, de onde Forlán apenas tocou a bola para as redes. O uruguaio havia aberto o placar aos 32, cinco minutos antes do galês Simon Davies (37) empatar para os ingleses. Com a vitória na Alemanha, o Atlético termina com um jejum de títulos europeus de quase 50 anos, desde que em 1962 conquistou a Recopa.

No jogo de quarta-feira, na Nordbank Arena, o Atlético assumiu o controle desde o início e manteve a iniciativa na maior parte do confronto, mas foi muito impreciso no segundo tempo e na prorrogação. O Atlético criou boas oportunidades com Forlán, aos 11, e José Antonio Reyes, 16, mas o Fulham respondeu com o húngaro Zoltan Gera, aos 17, e logo depois, exigindo o jovem goleiro David De Gea.

O golo espanhol saiu quando o português Simão Sabrosa tocou para Agüero, que deixou Forlán em posição perfeita na pequena área para abrir o placar. O Fulham reagiu de imediato e conseguiu empatar apenas seis minutos depois, quando Bobby Zamora se livrou do colombiano Luis Perea e tocou para Gera, que habilitou o galês Simon Davies para fuzilar.

No segundo tempo, o Fulham continuou sob pressão, apostando nos contra-ataques e cedendo a iniciativa ao Atlético. Com a dupla Agüero-Forlán desaparecida, o tcheco Tomas Ujfalusi (79) e o argentino Eduardo Salvio (81) protagonizaram as melhores oportunidades da segunda etapa para o Atlético.

No prolongamento, o medo dominou os dois times, mas Agüero ameaçou aos 104, em jogada com Forlán e Salvio, falhando no arremate. Quando tudo parecia apontar para a decisão nos pênaltis, Forlán fez o golo  decisivo, explodindo a torcida em Madri.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!